Apoio do MCT à implantação da Redebambu

 Universidade de Brasília

Centro de Pesquisa e Aplicação de Bambu e Fibras Naturais – CPAB

 Brasília, 20 de junho de 2008.

Do: Diretor do CPAB/UnB

Aos: Participantes do “Seminário Nacional para a Estruturação da Rede de Pesquisa e Desenvolvimento do Bambu” (Redebambu-Brasil), ocorrido em Brasília, ano de 2006.

Assunto: Apoio do MCT à implantação da Redebambu.

Temos a grata satisfação de anunciar a todos que a Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência e Tecnologia (SEPED/MCT) decidiu por meio do Fundo Setorial do Agro-negócio (CT-Agronegócio) apoiar e alocar recursos financeiros para a materialização da Redebambu-Brasil.

Vale notar que essa ação é uma iniciativa do CPAB/UnB junto àquele Ministério desde o encerramento do Seminário Nacional que criou a citada Rede. Em sendo o campo de atuação desse Ministério C&T e P&D, os recursos ora disponibilizados serão preferencialmente destinados ao desenvolvimento tecnológico do bambu.

As demais prioridades apontadas no referido Seminário de 2006 serão certamente contempladas com futuros financiamentos provenientes de outras agências governamentais e não-governamentais de fomento. Entre aquelas prioridades estão, por exemplo, as áreas de botânica e ecologia, de propagação e plantio do bambu, e as atividades técnico-profissionais e de inclusão social.

Os recursos do MCT para a Rede serão gerenciados pelo CNPq e disponibilizados por chamada pública (edital). Está previsto o financiamento de 6 (seis) grupos e projetos de pesquisa sendo 1 (um) por região do país e o DF, durante o período de três anos abrangendo o ano de 2008, 2009 e 2010.

A princípio, os líderes dos grupos selecionados pelo Comitê Científico do CNPq comporão inicialmente o Conselho Gestor da Rede. Embora não devemos perder de vista a necessidade de ampliação desse Conselho, bem como a inclusão de outros grupos com outras linhas de pesquisa e desenvolvimento. Nesse sentido, o CPAB/UnB continuará a despender esforços para dar continuidade à consolidação da Redebambu, pois acreditamos que ela criará condições favoráveis ao trabalho cooperativo e solidário entre pesquisadores e técnico-profissionais e suas instituições.

Atenciosamente.

Jaime Gonçalves de Almeida

Diretor do CPAB/UnB

0 Responses to “Apoio do MCT à implantação da Redebambu”


  • No Comments

Leave a Reply